Quem é vivo sempre aparece – quem é morto também, como nós, espíritas, acreditamos, mas não vamos entrar no mérito – e é por isso que eu voltei.
Após um hiato de quaaase 1 ano sem postar, aqui estou eu de volta ao meu querido pqnão. Nem vou tentar justificar essa ausência absurda porque né… sem comentários para tamanho descaso com esse meu ‘querido diário’.

O que passou, passou e quem vive de passado é museu!

2010 chegou, enfim. Tô botando uma fé nesse ano que dá até medo… Tinha muita esperança que 2009 fosse um ano foda e não foi.
Ok, minto.
2009 foi um ano muito bom em alguns aspectos… Finalmente acabou a faculdade, fui aprovada no meu TCC e agora sou uma bacharel em Direito – embora ainda não tenha colado grau, coisa que resolverei em março. Tô adorando trabalhar no SAJU, aprendo muito e gosto das pessoas que trabalham comigo. Mudei para outra casa, onde moro só com a minha irmã Aline. Fiz novos amigos e fortaleci amizades antigas.

Reclamações para ele eu tenho de monte… Mas tenho medo de ver só o lado negativo da coisa… Deixa pra lá então.

Janeiro começou bem… passei uns dias na casa dos meus pais na praia – sim, eles mudaram para Santos – aproveitei minhas férias coçando meu pseudo-saco nervosamente, paquerei menininhos de sunga na praia, tomei bastante cerveja…  A coisa toda agora é fechar a bendita boca e emagrecer, chega desse visual beluga-chic.

Para um post de retorno, já falei demais. Não sumo mais, prometo.

Beijos para quem é de beijo, abraço pra quem é de abraço e um holla! pra quem é de holla!

Anúncios