Esses dias, no meu caminho para o trabalho, passei por uma casa que estava sendo demolida e me deu um aperto no coração… Não sei se estava um tanto sentimental ou se já é uma certa melancolia que eu carrego, uma simpatia por coisas que são tradicionais, mas a imagem daqueles caras dando marretadas nas paredes não saiu da minha cabeça por um bom tempo…

Fiquei imaginando o que aquelas paredes já haviam presenciado… quantas risadas, quantas festas de família, quanto beijo roubado, quantas bobiças… rs
É triste pensar que aquelas paredes possivelmente eram as únicas “testemunhas” que resistiam ao tempo, ao esquecimento de pequenos momentos que formavam o todo e que agora não existem mais.

Depois eu me dei conta de que aquele espaço provavelmente vai abrigar uma nova construção… Novas paredes vão ser testemunhas de novos acontecimentos… E é assim que é: muitas vezes o antigo tem de ser superado para dar espaço para o novo… que chega com todo o seu encanto e surpresas…

De volta ao começo… Mais uma vez, estou de volta ao começo de tudo… engraçada essa vida, nos prega cada peça, nos dá cada susto na próxima esquina!

Que bela surpresa essa de estar simplesmente: VIVA!!!!!

Anúncios