Eba!! Tava com saudade desses posts no-sense!!

Hoje na hora do meu almoço fui ao banco. Precisava depositar um dinheiro e pagar uma fatura. Como sou cliente do banco, me dirigi à parte interna, para ser atendida direto na boca do caixa.
E foi aí que começou todo o problema. Meu eterno problema com a MALDITA PORTA GIRATÓRIA FROM HELL.

Porta Giratória From Hell

Como eu sempre fico travada nessas portas, já fui colocando no recipiente chave do carro e o celular e fui tentar entrar.
Travou.
“Favor colocar os objetos de metal no recipiente ao lado”.
Voltei, abri a bolsa, tirei a chave de casa e da minha sala no trabalho e tentei entrar.
Travou.
“Favor colocar os objetos de metal no recipiente ao lado”.
Suspirei. Abri os braços. Voltei, tirei o porta-níquel da bolsa e tentei entrar.
Travou.
“Favor colocar os objetos de metal no recipiente ao lado”.
Parei. Suspirei. Soltei um sonoro “caralho meu!”. Olhei para a cara do filho-da-puta do guarda. Ele fingiu que trabalhava, com a sua cara de malvado e seu salário de merda, fazendo os idiotas passarem por constrangimento.
Com a minha uma hora de almoço e com o meu prazo para pagamento já expirado, mandei tudo às favas e fui fazer o procedimento todo no caixa eletrônico, onde ia demorar mais, mas eu não seria impedida por frescura de ninguém, ou de nada.

Nessas horas que eu gostaria de ser um tanto, mas só um tantinho mais impulsiva do que eu já sou e dar uma de Dona Jura, viu? Jogar o conteúdo inteiro da bolsa no chão, tirar a roupa e ficar pulando pelada em frente à porta giratória.

Se ainda assim travasse e aquela voz maldita dissesse: “Favor colocar os objetos de metal no recipiente ao lado”, eu começaria a cantarolar: “vai tomar no koo, meu fígado é de aço!! lalala!!! vai tomar no koo, meu fígado é de aço!!! lalala!!!”

* E o pior de tudo é que tudo escrito nesse post é verdade, contrariando a categoria do “cenas…” *

Anúncios