Cara, eu sou patética.
Não, sério: pa-té-ti-ca.

Ontem foi feriado em Rio Claro e eu passei o dia na casa da  assistindo os dvds da primeira temporada de House (excelente, a propósito, tô apaixonada por ele).
Num determinado episódio, um personagem sai para jantar com outra personagem (não vou citar nomes por que, se alguém ainda não viu, vou estragar o enredo. E não publico spoiler de House aqui, sorry! Procura aqui, ó: http://www.guiadeseriados.com.br/categoria/secoes/spoilers/).

Antes de ir jantar com ela, o personagem pega na geladeira uma rosa branca, linda, para ofertar para a mocinha. Cara… cara… que fofo!
Estávamos eu, a Vê, o pai dela e um amigo na sala, assistindo e a idiota aqui chorou. Não,sério. Chorei cara!
Claro que disfarcei no meio de uma crise de riso motivada pela constatação de quanto eu sou patética e que, se eu estivesse sozinha em casa teria chorado muito mais.
Mas… nunca ninguém me convidou pra jantar e nunca ninguém se preocupou em me ofertar uma rosa de forma tão doce…

Sérião, tem hora que eu acho que tô ficando maluca…
Apaixonada, carente e fugindo de relacionamentos… Como assim?!?!?!

Beijos para todos…

“Enquanto você se esforça prá ser
um sujeito normal e fazer tudo igual
Eu do outro lado, aprendendo a ser louco
Um maluco total, na loucura real

Controlando a minha maluquez
misturada com minha lucidez
Vou ficar… ficar com certeza
maluco beleza!!!”

Anúncios