Vocês foram avisados antes do post começar, então não me venham com lenga-lenga do tipo “ai, quanto palavrão”, “menina boca-suja”, “desse jeito não vai arrumar marido” e outros que tais, beleja?

Algumas coisas me irritam, e me irritam pra carélho de verdade.
Outras me irritam e eu consigo disfarçar super bem que elas me tiraram do sério. E é sobre elas que eu vou falar agora.

Odeio conformismo cara. Odeio!
Claro que eu concordo que tem coisas que não adianta a gente querer brigar, espernear, bater a cabeça na parede, que não mudam. A morte por exempo. Morreu, morreu. Vai doer, quem ficou sofre, se revolta, mas não adianta. O negócio é esperar o tempo cicatrizar as feridas e minimizar a saudade.

Agora, para outras coisas, eu não consigo simplesmente aceitar o “Deus quis”. Cara! Que pensamento provinciano meu!!! Acredito em destino, em “mean to be” e outras cositas mais, mas acredito ainda mais no livre arbítrio e no poder que temos em mudar as coisas.

Toda essa volta pra quê, Fernanda??
Para falar que nada me irrita mais do que estar falando para alguém de algum problema meu, estar chorando as pitangas e a pessoa falar “Ah, mas foi melhor assim…”, “antes ele te dar um pé na bunda agora do que esperar depois que vocês casassem”, “vai aparecer um trabalho melhor”, “Deus fecha uma porta mas abre uma janela”. Grrrrrrr! O koo que foi!!!!!!!

  • Não, não foi melhor assim, senão não tava doendo desse jeito!!
  • Não, não é melhor eu tomar o pé na bunda, nem agora e nem nunca, cacete! Pé na bunda dói!!
  • Como você sabe que vai aparecer um trabalho melhor?? Você é vidente?? Eu tava satisfeita com o meu atual!!
  • EU NÃO QUE-RO PAS-SAR PE-LA JA-NE-LA!!!!!!!!!!!!!

Ufa.
Estou me sentindo mais tranquila depois de desabafar.
Eu entendo e acho realmente fofo da parte das pessoas que usam essas frases para nos consolar, quando estamos num clima de total desespero, enfim… Mas nem sempre as pessoas falam o que a gente quer ouvir.

Aliás, eu mesma já falei várias vezes para as pessoas essas frases, porque é complicado demais lidar com o sofrimento alheio e a gente faz qualquer coisa para que a pessoa se sinta melhor. E não fico brava de ouvir, nada disso… O que me tira do sério é mesmo o conformismo: “olha Fer, um caminhão acaba de amassar seu carro!!!”, “ah, tudo bem, Deus quis”. “Fer, seu namorado que você ama estava te traindo no meio do bar que vocês sempre freqüentam juntos e todo mundo viu”, “Ah, é? ufa, ainda bem que foi antes da gente casar, né?” FALA SÉRIO!!!!!!!!

Não, eu não tomei um pé na bunda, não perdi o emprego e nem nada disso. Mas já ouvi todas essas frases vezes suficientes para estressar com elas.

Beijo para todos!

Anúncios