“Se fosse resolver, iria te dizer
Foi minha agonia…
Se eu tentasse entender por mais que eu me esforçasse
Eu não conseguiria
E aqui no coração eu sei que vou morrer
Um pouco a cada dia… E sem que se perceba
A gente se encontra pra uma outra folia…”

Nossa, me senti muito chateada quando soube do falecimento da Ruth Cardoso. Nunca a conheci nem segui de perto a sua carreira, mas ela transmitia uma imagem de simpatia, não sei…
Estava vendo algumas fotos da sua vida na UOL e tinha imagens com importantes figurões da política, com o Papa, com o atual presidente, rainhas e primeiras damas, enfim… Uma vida toda e de repente aparece a imagem do Fernando Henrique debruçado sobre o seu esquife, se despedindo daquela que foi a sua companheira por mais de 50 anos.

Senti um aperto no peito por ele, por ela, por todas as pessoas que passaram pela minha vida e me deixaram… A nossa vida é tão insignificante, a gente não pode se apegar num futuro que pode nunca chegar…

Péssimo saber o quanto somos pouco nessa vida.
😦

 

Anúncios