O “pior” é que o transcrito aqui é real… Amo minhas amigas insanas!!!!

Em 25/03/08, Fernanda escreveu:Sim, fui na academia ontem… Resolvi botar as gorduras para queimar… kakaka
Coloquei uma lata suada de BOA na frente da esteira e andei 25 minutos bem rápido, sem alcançá-la… resolvi mudar o enfoque e a coloquei na frente da bicliceta, também sem sucesso, após 20 minutos de corrida… O instrutor (uma graça, a propósito) sugeriu de colocar a lata num patamar um pouco mais alto e me fez tentar pegá-la subindo e descendo dos steps, também em vão…
 
Por isso e por outras, dei um tempo no álcool, dessa vez de verdade.
(Quem sabe eu me permita uma taça de vinho, eventualmente)Te amo!
From: Verônica
To: Fernanda
Subject: Re: ai gzus

espero que esse seu tempo com o alcool não seja longo. você sabe o quanto ele te ama e tals. e se for pra largar ele de vez, cara.. num fica enrolando o pobrezinho! não faça com que ele crie esperanças. você sabe que isso não é bom. e vale lembrar o lindo relacionamento que vocês tiveram durante todos esses anos… não faça ele sofrer!
sinto meu coração pulsar de felicidade ao lhe escrever esse e-mail. o amor é que me invade!

Em 25/03/08,  Fernanda escreveu:
De forma alguma ousaria magoar os sentimentos dele.
A nossa relação sempre foi muito intensa e bonita e continuará sendo. Só peço um tempo para cuidar de mim, para atingir um novo objetivo na minha vida e que nesse momento ele não cabe… Não quero simplesmente deixá-lo de escanteio, aquele que me acompanhou em tantas alegrias e fossas e sempre com uma sensação de refrescância para o meu ser machucado pelas farpas que a vida insiste em aplicar…
Eu o amo, mas é o melhor para nós dois esse breve afastamento.

From: Verônica
To: Fernanda
Subject: Re: ai gzus
Fico imensamente feliz em saber que o relacionamento de vocês continuará e espero do fundo de minh’alma que tudo volte aos eixos como era antes.
Para que você possa se sentir mais despreocupada, continuarei o acompanhando até para que ele não se sinta sozinho. Acredito que será um momento muito difícil para aquele que esteve sempre tão bem acompanhado e estou certa que está fora de suas intenções causar maiores dores então me sinto na obrigação de não abandoná-lo e estar sempre por perto.
Com a proximidade do 4 de abril, espero que você reveja algumas coisas e dê uma escapadinha, uma puladinha de cerca. Não acho que ele gostaria de não estar com você no dia em que você completa anos. E isso não é bom para ninguém. Mas vale lembrar que não deves iludir o pobrezinho!
kakakakaka
Beijos e muita insanidade para todos!!!

Anúncios