É tudo o que eu estava precisando.
Queria poder, só para variar, encostar a cabeça no travesseiro e dormir tranquila, certa de que quando eu acordasse tudo estaria melhor.

Queria poder ter a inocência e a ignorância para crer que as coisas vão se ajeitar sim e que tudo vai voltar a ser como era antes.

Ter a segurança de que toda a imagem que eu construí das pessoas que eu amo nos meus 23 anos não é falsa, não é exagerada e que elas são sim, seres humanos cheios de luz e que me amam.

Segurança…
À muito tempo eu não sinto segurança. Em relacionamento algum. Familiar, íntimo, profissional. Devido à um trauma que eu tenho (um pé na bunda fenomenal) não sei se acredito que sou capaz de despertar nas pessoas sentimentos verdadeiros e se eu não as abandonar primeiro, sei que serei abandonada.

Só sei que eu estou confusa, não consigo sequer organizar os pensamentos para escrever esse post.

Beijos e bom fim de semana para todos.

Anúncios