… vida?
Sobrevida, eu diria.

Fiquei alguns dias afastada do blog não só pelo meu mau humor por ter abandonado o cigarro, mas principalmente por estar passando por n problemas e estar sem cabeça para fazer qualquer coisa além das que eu já sou obrigada a fazer todos os dias.

Desde já peço desculpas por ter sumido esse tempo e voltar com um caminhão de problemas para despejar aqui, mas esse é o meu espaço livre e por que não usá-lo para isso, não é? Prometo que no final do post eu dou uma aliviada com uns links bem legais que eu encontrei pela net.

* Um dos problemas “começou” (acredito que a melhor expressão para isso seria “se manifestou”)  na quarta feira passada, recém saída de uma consulta com a minha psicóloga a bomba caiu em casa. Estou passando por um problema sério na família, não sei como agir com isso, não consigo chorar, me descabelar, só faço passar nervoso e me revoltar a cada dia mais.

* No sábado a minha amiga amada caiu de moto, machucou a perna e quebrou a clavícula. Cuhh,  minha companheirinha de copo, de balada, de alma, você sabe que eu te amo e estou torcendo para que fique tudo bem o mais rápido possível.

* Tive uma recaída na minha parada de fumar e sabe qual foi o meu castigo? Uma crise de bronquite aguda, inalação e injeção no braço e não contente, mais uma semana tomando Corticóide. Se eu inchar/engordar, corto os pulsos.

*  Consulta com a minha psico ontem, estávamos falando acerca de amor-próprio e da minha relação com o sexo oposto. Chegamos à conclusão de que os meus relacionamentos (todos, sem exceção) foram/são problemáticos. Será que eu nasci com um imã para atrair palhacinhos com defeito?

* E por falar em palhacinhos, o artista da vez aqui no meu picadeiro tem cada uma, viu… Já atacou de dermatologistaNossa, quanta espinha na sua testa” – no meio de um climinha mãos-dadas-e-olho-no-olho, de polvo – tentando me bolinar (mais alguém ainda fala essa palavra?) enquanto eu contava pra ele que estava cheia de problemas em casa e de personal trainer “Vai na academia amanhã às 6h00? Duvido!”. Mas ainda assim tá gostoso, divertido. Se não melhorar, beijo-me-liga.

* E como eu sou depressiva mas cumpro a minha palavra, já desabafei todos os meus problemas e vou passar os links legais. Divirtam-se!

Te Dou Um Dado?

Papel Pobre

Uma Dama Não Comenta

Haznos – “do jeito que o diabo gosta”

A cor do invisível – blog da querida Mônica de fragmentos da obra do Mário Quintana
 

Beijos para todos!!!

Anúncios